O 3D e o papel

24/06/2010 at 12:12 Deixe um comentário

A “modinha” agora é tudo ser em 3D. 3D para dar mais realismo às cenas e para fisgar o espectador.

Jogos, com orçamentos cada vez mais caros, são em 3D; filmes com ingressos mais caros são exibidos em salas 3D e, como não poderia faltar, a publicidade é 3D. Mas todas? Logicamente que não.

Afinal, a TV veio, o Computador veio, a Internet está ai, e o velho rádio continua no ar. A publicidade pode até ser 3D, sem problema nenhum, mas o seu nascimento vem da cabeça direto para o papel, se não ela “escapa”. Seja lá qual for a peça, seja lá qual for a tecnologia – 3D, 2D ou à lenha – o que vende não são os efeitos, mas sim a ideia, a mensagem.

Hoje a tecnologia cria ferramentas que são um auxílio para as ideias. Ideias, aliás, projetadas primeiro no papel.

A publicidade não está presa a tecnologias, ela tem suas próprias raízes livres nas ideias.

Entry filed under: Artigos. Tags: .

Anúncio – Status Post-it – Vamos ao Trabalho

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Twitter cyber two

Twitter tkg

Flickr tkgcyber2

Mil Papéis

Extrabom

Top Home

Tsuki

Banzai

Mais fotos

%d blogueiros gostam disto: